Herpes: Principais tipos, causas e tratamento!

Início » Saúde » Herpes: Principais tipos, causas e tratamento!
A herpes é um problema de saúde que incomoda bastante gente, sendo causada pelo contágio de um vírus, saiba como tratar a Herpes aqui no Saúde Dicas.
IMAGEM: Internet
Herpes: Principais tipos, causas e tratamento!

A herpes está associada à baixa imunidade, veja agora quais os principais sintomas e como tratar!

A herpes é um problema de saúde que incomoda bastante gente, sendo causada pelo contágio de um vírus. Podendo ser dividida entre herpes oral (1) e herpes genital (2), é importante saber que tipo de tratamento pode ser adotado para minimizar os sintomas e as manifestações.

O que é a herpes simples?

A herpes simples é um problema de saúde adquirido pelo contágio por vírus e pode ser dividida em herpes genital e oral. A herpes simples tipo 1 ocorre, na maior parte das vezes, nos lábios, consistindo em pequenas bolhas que se juntam, dando o aspecto de uma flor. É muito comum que o contato com esse vírus aconteça na infância, através do beijo de alguém infectado, mesmo que na bochecha.

Apesar de ser mais comum a ocorrência nos lábios, a herpes simples do tipo 1 pode ocasionar também lesões dentro da boca, que são conhecidas como aftas, além de poder atingir os olhos e o revestimento cerebral, causando o que é chamado de meningoencefalite.

Já a herpes simples do tipo 2 é transmitida através da relação sexual desprotegida, assim como o vírus HIV e o vírus do HPV. É comum que pessoas contagiadas com o vírus da herpes simples tipo 2 não apresentem nenhum tipo de sintoma, o que apenas reforça a necessidade do uso de preservativo em todos os contatos sexuais.

É importante dizer que existe a possibilidade de cruzamento dos dois vírus quando há uma relação sexual oral desprotegida. Assim, existe a possibilidade de uma pessoa contra herpes oral na região genital e vice versa: adquirir herpes genital na região bucal.

Quais são os sintomas?

A infecção por herpes simples fornece alguns sintomas, como: aparecimento de aftas ou bolhas na boca na área genital, dentro da boca ou nos lábios; herpes bucal; formigamento ou queimação, que indicam o aparecimento das feridas; febre, que ocorre especialmente no primeiro episódio de herpes simples; aparecimento de nódulos na virilha e também no pescoço, nódulos esses que aparecem somente quando a infecção está no seu estágio inicial.

Como o médico faz o diagnóstico da herpes

É comum que o médico detecte a herpes simples apenas observando as feridas. Contudo, é possível que sejam pedidos exames complementares para fechar o diagnóstico, tais como: cultura viral da ferida, exames de sorologia que buscam encontram anticorpos SDV e testes de anticorpos diretamente das amostras retiradas das feridas.

Como prevenir o contágio?

Proteger-se do contágio pelo vírus da herpes simples é uma tarefa complicada, já que mesmo as pessoas que não estão em crise podem transmiti-lo. É comum que as pessoas nem saibam que são portadoras do vírus. Porém, não ter contato direto com erupções reduz a possibilidade de contágio.

Quando já se tem o vírus, uma forma de evitar que haja lesões é cuidar da imunidade: quanto mais alta estiver a imunidade, menores são as chances de uma lesão de herpes se desenvolver. No caso de feridas, a pomada aciclovir é muito recomendada.

Essa postagem o ajudou? Sim Não
Postagens relacionadas
Saúde
Dor nos olhos, causas, sintomas e formas de tratamento!

As dores nos olhos são uma sensação bastante dolorosa que ocorrem na região dos olhos, seja apenas em sua superfície, como também nas estruturas internas

Saúde
Discinesia tardia, como identificar e como tratar a doença!

A doença de Discinesia tardia nada mais é do que movimentos involuntários, como por exemplo fazer caretas ou mesmo trejeitos ou piscar seguidamente.

Saúde
Endometriose: Causas, sintomas e tratamento da doença

O sistema de endometriose é uma condição bastante debilitante e crônica, que acaba afetando uma em cada dez mulheres em idade reprodutiva.

Últimas
Px Pro
Saúde Dicas - 2015