Herpes: Principais tipos, causas e tratamento!

Início » Saúde » Herpes: Principais tipos, causas e tratamento!
A herpes é um problema de saúde que incomoda bastante gente, sendo causada pelo contágio de um vírus, saiba como tratar a Herpes aqui no Saúde Dicas.
IMAGEM: Internet
Herpes: Principais tipos, causas e tratamento!

A herpes está associada à baixa imunidade, veja agora quais os principais sintomas e como tratar!

A herpes é um problema de saúde que incomoda bastante gente, sendo causada pelo contágio de um vírus. Podendo ser dividida entre herpes oral (1) e herpes genital (2), é importante saber que tipo de tratamento pode ser adotado para minimizar os sintomas e as manifestações.

O que é a herpes simples?

A herpes simples é um problema de saúde adquirido pelo contágio por vírus e pode ser dividida em herpes genital e oral. A herpes simples tipo 1 ocorre, na maior parte das vezes, nos lábios, consistindo em pequenas bolhas que se juntam, dando o aspecto de uma flor. É muito comum que o contato com esse vírus aconteça na infância, através do beijo de alguém infectado, mesmo que na bochecha.

Apesar de ser mais comum a ocorrência nos lábios, a herpes simples do tipo 1 pode ocasionar também lesões dentro da boca, que são conhecidas como aftas, além de poder atingir os olhos e o revestimento cerebral, causando o que é chamado de meningoencefalite.

Já a herpes simples do tipo 2 é transmitida através da relação sexual desprotegida, assim como o vírus HIV e o vírus do HPV. É comum que pessoas contagiadas com o vírus da herpes simples tipo 2 não apresentem nenhum tipo de sintoma, o que apenas reforça a necessidade do uso de preservativo em todos os contatos sexuais.

É importante dizer que existe a possibilidade de cruzamento dos dois vírus quando há uma relação sexual oral desprotegida. Assim, existe a possibilidade de uma pessoa contra herpes oral na região genital e vice versa: adquirir herpes genital na região bucal.

Quais são os sintomas?

A infecção por herpes simples fornece alguns sintomas, como: aparecimento de aftas ou bolhas na boca na área genital, dentro da boca ou nos lábios; herpes bucal; formigamento ou queimação, que indicam o aparecimento das feridas; febre, que ocorre especialmente no primeiro episódio de herpes simples; aparecimento de nódulos na virilha e também no pescoço, nódulos esses que aparecem somente quando a infecção está no seu estágio inicial.

Como o médico faz o diagnóstico da herpes

É comum que o médico detecte a herpes simples apenas observando as feridas. Contudo, é possível que sejam pedidos exames complementares para fechar o diagnóstico, tais como: cultura viral da ferida, exames de sorologia que buscam encontram anticorpos SDV e testes de anticorpos diretamente das amostras retiradas das feridas.

Como prevenir o contágio?

Proteger-se do contágio pelo vírus da herpes simples é uma tarefa complicada, já que mesmo as pessoas que não estão em crise podem transmiti-lo. É comum que as pessoas nem saibam que são portadoras do vírus. Porém, não ter contato direto com erupções reduz a possibilidade de contágio.

Quando já se tem o vírus, uma forma de evitar que haja lesões é cuidar da imunidade: quanto mais alta estiver a imunidade, menores são as chances de uma lesão de herpes se desenvolver. No caso de feridas, a pomada aciclovir é muito recomendada.

Essa postagem o ajudou? Sim Não
Postagens relacionadas
Saúde
Endometriose: Causas, sintomas e tratamento da doença

O sistema de endometriose é uma condição bastante debilitante e crônica, que acaba afetando uma em cada dez mulheres em idade reprodutiva.

Saúde
AVC hemorrágico, causas, sintomas e formas de tratamento!

O AVC ocorre de forma hemorrágica quando existe o rompimento de vasos cerebrais, onde ocorre um sangramento em algum ponto de seu sistema nervoso.

Saúde
Toxoplasmose na gravidez: Causas, sintomas e tratamento

Muitas vezes imperceptível para a mãe e imensamente maléfica para o bebê, a toxoplasmose durante a gravidez pode trazer prejuízos graves.

Publicidade
Últimas
Px Pro
Saúde Dicas - 2015